Marina W
16.3.04
O BLOG MUDOU PRA .


15.3.04
Não reparem a bagunça, estou me mudando e demora muito para organizar a casa nova. São 4785 posts! Depois que tudo estiver arrumadinho eu venho aqui dar meu novo endereço. *Smack*

14.3.04
Ainda bem que eu não sou crítica de cinema pra não precisar ver o filme do Mel Gibson.

13.3.04
Xi, acho que me apaixonei pelo Sergio Faria.

E o novo comercial da Brahma com o Zeca Pagodinho, você viu? Nunca tinha visto isso na propaganda! O cara trocou de lado na maior, o pessoal da Nova Skin deve estar subindo pelas paredes!

Por mim dane-se, nem bebo!


12.3.04
Final feliz Graças ao Parque da Santur de Balneário Camboriú, o atobá está sendo cuidado e breve voltará ao seu habitat natural :)




Muito bacana: Hipopótamo Zeno.

Voltei a escrever pq já resolvi meu problema. Arranjei um hotel cinco estrelas e vou recuperar minhas fotos. Depois conto pra você.

Seis e meia Caramba. A tarde hoje começou assim: coloquei sandálias novas, sem salto e saí. Não sei se por falta de uso ou pq são deslizantes, levei um tombão na descida da ladeira de paralelepípedos. Um tombo Schadenfreude. Levantei, sacudi a poeira e dei a volta por cima. Fui para Copacabana fazer análise. Contei que sonhei com os meus gatos, um porco e um outro animal que não lembro, talvez um coelhinho. O porco mastigou meu gato caçula mas em outra cena ele estava vivo outra vez, como se nada tivesse acontecido. A. disse que tanto o porco quanto o gatinho eram eu mesma. E explicou porquê, tinha uma certa lógica. Depois Ipanema. Cem coisas pra fazer, recuperando a semana perdida.

1 Fui a um mercadinho, comprei 3 sacolas e, como tinha muita coisa pra fazer, deixei as compras para pegar na volta. Passei pela feira, três da tarde. Quanto é o maracujá? Sete reais. Sete reais quatro maracujás?

- Eu faço os dois por dez
- Tá caro, né?
(Não sei de cor o preço do maracujá mas achei meio caríssimo)
Insistência e negativas.
- Na boa, prefiro comprar com tíquetes no mercadinho, vc entende, né?

Daí aparece ele. Coroa, crioulo, ginga. Mais carioca impossível.

- Please one minute da your attention? One minute!
(Seu inglês batia com o meu, tupiniquim)
Eu ri. Ele continuou a falar inglês-macarrão, eu continuava rindo.
- Do you have tíquetes? ele perguntou
- Que isso? Nelito?
Hehe.
- Não...você me inspirou, não sabia falar inglês mas vc me inspirou...
(Adoro essas paradas, mesmo vindo de vendedor)
- hahaha
- você é isso e aquilo, todo mundo fala isso pra vc, aposto
- não , ninguém
Hahaha.
- Leva os dois por seis, no tíquete
Aceitei.
- Não muda nada em você, não se transforme...
Hehe.
Mais elogios.
- Tudo bem, já comprei, nem precisa mais falar essas coisas
Gogito largar a análise e passar a frequentar feira da N.S. da Paz.

Leandra chega e fico feliz com o encontro inesperado.
- Vocês duas...não mudem nada. Boa sorte e saúde. Mais o primeiro, pq saúde a gente corre atrás.
(O certo não é dinheiro a gente corre atrás?)

Adoro o Rio de Janeiro.

2 Letras e Expressões. Compro a revista da Net e um livro grosso. Sob pretexto de que S. precisa relaxar, compro isto também, hohoho. Evito olhar para as revistas estrangeiras.

3 Carrego os maracujás e a sacola da livraria. Leandra em crise existencial: não sabe se aceita o emprego muito bom ou o ótimo. Vamos ao banco e na loja de produtos naturais. Duas sacolas pesadas, arroz integral, aveia, fibra, garrafas de iogurte Yogue, o diabo a quatro. Deixo tudo lá pra buscar depois. Leandra vai para a ginástica.

4 Crystal para comprar shampoo e gel. Olho pro lado, uma pessoa que não me é estranha, quase falo oi. Me toco que é aquele carinha que trabalha com a Yolanda na novela das 8. A câmera não é gentil com ele.

Não gosto muito de homens que pagam uma nota pra cortar o cabelo. Gosto de homens que pagam 5 reais, acho muito masculino e tal.

5 Mercadinho. Compro bananas, uma melancia enorme, torradas.

6 Faço todo o trajeto de volta, recolhendo as sacolas. Minha coluna dói. Ao todo são dez sacolas. Não oito ou nove. Dez.

Loja natural

- Você é uma mulher corajosa, diz a vendedora
- Corajosa não seria bem o termo certo, minha coluna tá toda ferrada. A palavra certa talvez fosse maluca.
- É, acho que sim. A palavra seria essa.

7 Táxi. Engarrafamento monstro.

O motorista é mais ou menos bonito, louro, de olhos puxados como os do Richard Gere. Mas tem um Q de desagradável, que faz sua beleza ir para o ralo. Estamos em frente ao bloco de apartamentos mais feio da Lagoa e onde moram os mais ricos moradores do bairro.

- Tá vendo aquele prédio ali?
- Aquele que tem aqueles tipo uns gomos?
(A verdade seria "Aquele mais horroso de todos?")
- É. Trabalhei ali como motorista há doze anos. Eu ficava horas na sala principal (ar nostálgico) sentado na cadeira de balanço,olhando o engarrafamento da Lagoa. Não mudou nada.
- É, ainda mais sexta, fim de tarde...
- A sala dava uns oito carros deste. Pra senhora ter uma idéia eram quatro jogos de sofá e cinco carros na garagem.
- Puxa, digo fingindo interesse.
- E aí? Ontem dia 11, atentado em Barcelona. Mera coincidência?
- Acho que não. Com certeza não.
Chegamos. Salto.




0:20 Agora me diz, qual a graça de ter um blog assim, cheio de xizinho vermelho? Não tem. Vou correr atrás de outro lugar para hospedar as fotos. I'll be back.

11.3.04
Enfermeira Marina abandona o barco por uns instantes e vai a uma festa de aniversário.







Quem deeeeera!


O Blogger Brasil começou a tirar os blogs do ar. Quer dizer que a pessoa larga o blogger americano, passa para o brasileiro e leva o maior cano? O Fernando pediu pra avisar que vem aí com um novo endereço. O Letteri também dançou. Ela ficou tão chateada que nem tem ânimo de fazer um novo. Como assim, o blog foi bloqueado? Não vão devolver p conteúdo aos donos? Quem hospeda são eles, OK, mas o conteúdo não pertence a eles. É o fim da picada, viu? O que o Blogger pretende, ganhar a antipatia geral e ficar sem nenhum hóspede? Qualquer hora minhas fotos dançam. É a chamada falta de consideração total.





Ora, blog! Thanks, eu navego mesmo :)




liquidificador moída. passei um dia e uma noite no hospital, como acompanhante, s. está com labirintite. mesmo o copa d'or tendo pinta de hotel, sem aquele cheiro traumatizante de hospital, voltar pra casa é um bálsamo. banho no seu chuveiro, sono na sua cama. (cento e quarenta e oito emails, maioria egroups, porque eu não estou com essa bola toda, baby). enquanto s. entregava uma veia para o dramil e outra para o valium, li vários contos do livro do nick hornby, que é ótimo. claro que sem o apanhador no campo de centeio nenhum deles existiria, mas estou lendo como se fosse um saquinho de mmm que vc come devagarinho para não acabar logo.

meu irmão me corrigiu, quando falei ouvido, "é orelha". é mesmo, tinha me esquecido disso, a medicina mudou vários nomes do corpo humano, agora por exemplo você deve dizer estou com dor de orelha, não é esquisito? saiu na parte de ciências do jornal na época. não entendo essas coisas, um troço tão interessante não sair na primeira página.

eu não sirvo para editora de jornal pq minhas manchetes seriam "a terra não é azul, é bege rosada" ou "encontrada uma estrela com recheio de diamantes" ou "ouvido agora se chama orelha". isto tudo é publicado num espaço pequenininho no finalzinho do jornal. mas tudo bem.

zapeei e soube que quem escova os dentes com a torneira aberta gasta 3 litros de água de uma vez e que agora só existem quinhentos peixes-boi na costa brasileira. tb vi um documentário mostrando os bastidores do show da britney spears, que é um na cama com madonna molambo. é até legal mas é tamanha imitação que só pode ser uma homenagem

10.3.04
Vamos combinar que a gíria tudo de bom é tudo de ruim.

8.3.04
Acabei de rever O Último Tango em Paris, na tevê. Yo no creo en coincidências, pero que las hay, las hay. Ontem eu estava escrevendo sobre este filme e hoje de noitinha a Ledusha, do nada, me manda um email dizendo que ia pra casa do Alarico assistir o Bertolucci. Que sorte a minha, incrível como o mundo é todo conectado.

Vi o Último Tango no cinema (shhhhh!) em 1979, quando o filme foi finalmente liberado no Brasil - sete anos depois de ter realizado (na época a gente não sabia escovar o dente, a gente era inútil). Maior escândalo, o auê em torno da cena da manteiga etc e tal, quando na verdade o filme é sobre a solidão humana. Sobre pessoas que não sabem o que fazer consigo mesmas. Filmaço.





Diálogo fictício

Eu: Oi, quanto tempo! Tudo bem?
Pessoa: Tudo, o que você anda fazendo?
Eu: Es-cre-ven-do um li-vro sob en-co-men-da.

:)

7.3.04
É fogo. Só se fala em Luma. Luma pra cá, Luma pra lá. Luma teve um caso com um bombeiro bonitão mas o resto da história ninguém conta. É problema dela? É. Dela e do Eike Batista. Mas todo mundo quer devorar a Luma, porque ela é bonita, coisa e tal. Até a Maitê Proença escreveu uma carta pra ela, dizendo que o que ela tinha feito era muito feio. O Fausto Silva pediu no ar para que ela fosse ao programa dele, para esclarecer tudo. Veja bem, não para subir o ipobe mas para "dar uma satisfação ao público". A Luma não tem que dar satisfação a ninguém, só ao marido dela. A verdade é que todo mundo gosta de ver o circo pegar fogo, principalmente quando a vítima é uma playmate. Estava lendo os comentários no blog da Cora Rónai, a respeito do post que ela escreveu reclamando do tamanho do espaço gasto pelos jornais sobre esse assunto. Mais de quarenta comentários, todos dizendo que era mesmo um absurdo, que o negócio era saber sobre o FMI. Tudo bem. O FMI é importante na vida da gente, a Luma não. Mas, sem querer parecer antipática, eu me pergunto quantas pessoas leram a matéria sobre o governo e o Fundo Monetário Internacional. Porque a entrevista no Ancelmo com a starlet tenho certeza de que todo mundo leu.

A capa da Veja de hoje é o Zé Dirceu. No alto, tem uma chamada sobre uma matéria com a ex-rainha de bateria. Fala a verdade, o que você leu primeiro?

Please, amanhã não me mande rosas. Não me dê parabéns. Não mandem textos da Marina Colassanti, poemas, nem emails de ursinhos. Eu sempre volto da rua com uma rosa meio murcha na mão, geralmente dada por algum posto de gasolina. Não façam isso comigo, desculpe, acho cafona.

Com apenas 15 anos completados em 22 de fevereiro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis se consolidou como uma das grandes marcas de credibilidade do país. “O Ibama é a face pública do Ministério do Meio Ambiente e da política ambiental brasileira” reconheceu a ministra Marina Silva ao empossar o pesquisador Marcus Barros na presidência do órgão no início deste governo.

Do site do Ibama.


E-mail de Floripa
Assunto: S.O.S. atobá


Amigos, gostaria de relatar algo péssimo. Sábado eu e meu marido estávamos na praia do Pântano do Sul/SC, onde eu encontrei um atobá macho filhote com a asa um pouco machucada. O pássaro estava cansado, nem resistiu quando cheguei perto dele. Com frio , fome e sem poder voar... Levei-o até minha cadeira de praia onde tentei dar-lhe algo para comer. Aí começou a via crucis:



Fomos até o corpo de bombeiros, que gentilmente me informou telefones e contatos com Ibama. Seguimos então até a Reserva da Lagoa do Peri aonde teriam fiscais que nos ajudariam: Nada. Disseram que a “Lei do Ibama” era “Se morrer, foi coisa da natureza”. No caminho tentamos vários veterinários que alegavam que não tratavam de animais silvestres. Finalmente um veterinário nos atendeu, examinou a asa do atobá – que não estava quebrada – e aplicou um antibiótico.
Disseram que havia uma estação da polícia ambiental no norte da Ilha e fomos lá. Chegando lá nos deparamos com a triste notícia que o Ibama tinha sido desativado!!!!. Desativaram algo que estava funcionando com voluntários e não se responsabilizam em fazer algo melhor???? Andamos do sul ao norte da Ilha com o atobá no colo e acabamos voltando com ela pra casa.

Domingo fomos no Horto Florestal (Córrego Grande Floram), onde TAMBÉM disseram que o Ibama tinha desativado tudo!!!
Agora é possível entender
•Porque a Reserva do Arvoredo abre, fecha, abre, fecha.
•Porque as redes estão cercando todas as ilhas,
•Porque a pesca de "arrasto" é feita dentro do nosso quintal !!!!!

Agora esperamos contatos de amigos ou alguém que possa nos ajudar ...Ele está reagindo bem , mas sente falta de seu habitat natural, não sabemos tratá-lo de forma certa mas estamos fazendo o máximo que podemos.
Karol, Gilberto e atobá !


Senhor Lula, francamente, o senhor é uma decepção.







6.3.04


a noite - enorme
tudo dorme
menos teu nome

P.L.




"Esta história de que tempo é dinheiro está totalmente equivocada. O tempo é a matéria-prima de tudo." Eduardo Galeano

Lei de Murphy Não sei se acontece com alguns de vocês, comigo sempre. Quando estou com um emprego bacana, não encontro ninguém conhecido nas ruas ou, se encontro, não se fala sobre trabalho. Quando estou caidona, sempre, sem-pre, encontro alguma amiga, geralmente que não vejo há anos. Pois a pessoa, em vez de perguntar, como você está etc, não. A primeira coisa que ela pergunta é "Você está fazendo o que?" E pergunta na lata, logo após aos dois beijinhos. Eu fico com aquela cara de mulher dos anos 50, digo "No momento não estou fazendo nada e você?" ou "Estou fazendo um projeto...", o que te deixa no maior vácuo, mesmo sendo verdade. E você tem que perguntar também, claro, porque é de praxe. E ela "Sou editora de economia do jornal tal" ou "Sou assistente de direção do rei-da-cocada-preta" ou " Sou presidente da Nestlé". Sim, porque nunca é "Ainda estou lá no Bradesco". Sempre são coisas maravilhosas e tal. Pois agora, quando alguém me encontrar na rua, vou poder dizer "Estou escrevendo um livro sob encomenda". Prestenção. Não é estou escrevendo um livro, simplesmente. Sob encomenda, sacou? Oh, yes, yes, yes.

4.3.04
Tirei o poema do Rilke, me traz maus presságios.



"Pouco depois que resolvi pedir a certos autores que conheci e admirava para colaborarem neste livro, li uma entrevista de Bono publicada no Guardian, na qual ele falava da campanha do Jubileu 2000, que visava reduzir a dívida do Terceiro Mundo com o Ocidente. (...) Até agora, a iniciativa dele já ajudou a reduzir a conta em cem milhões de dólares.
A entrevista me fez parar para pensar. Não sou Bono, é claro, e desconfio que para mim seria consideravelmente mais difícil abrir a porta do salão Oval do que foi pra ele, mas mesmo assim... A dívida do Terceiro Mundo! Cem bilhões de dólares!
A TreeHouse, uma organização beneficente para a qual vocês contribuiram ao comprar um exemplar deste livro, é uma escola pequena - por enquanto muito pequena - para crianças com autismo em grau elevado, e meu filho estuda lá. Felizmente não preciso me justificar para vocês, que simplesmente compraram o livro que queriam ler; como o livro contém cerca de uma dúzia de contos escritos por seus autores prediletos, espero que essa doação tenha sido acidental (...) Talvez eu deva começar dizendo que meu filho Danny não se beneficiará de Falando com o Anjo. Por falar nisso, peguei o título de Ron Sexsmith, cujo primeiro álbum contém uma canção com esse nome, que me parece comovedoramente apropriado (...) Quanto a vocês: como eu disse, espero que que não se sintam fazendo algo caritativo, de modo que esqueçam tudo isso, Virem a página e comecem o livro".

Nick Hornby


Trechos do prefácio de Falando com o Anjo, uma antolologia de contos ingleses organizada pelo autor de Alta Fidelidade, cujo lucro será doado a TreeHouse, escola especializada na educação de autistas.


O bonitão está namorando Scarlett Johansson


3.3.04
(não sei dizer o que há em ti que fecha
e abre;só uma parte de mim compreende que a
voz dos teus olhos é mais profunda que todas as rosas)
ninguém, nem mesmo a chuva,tem mãos tão pequenas

e.e.cummings



Correspondência eletrônica
Assunto: Pérolas


Menina Marina, estou teclando de um cybercafé e lendo você. Lembrei que vi, num especial da Globonews sobre pérolas, uma das expressões mais maravilhosas: o oriente da pérola.
Que vem a ser o ponto onde a luz incide na pérola. e que, para fazer um colar de pérolas digno do nome, todas devem ter o mesmo oriente. E demora para achar as pérolas que combinem, sabia? Beijo, Stella

Mais do que quinze minutos

"E até onde se pode verificar, Lisa não fez nada de excepcional durante sua vida inteira, exceto sentar-se imóvel enquanto Leonardo a desenhava. Lisa já é famosa há cinco séculos sem ter feito absolutamente nada".

Li na revista Isto É que está sendo lançado um livro sobre Mona Lisa, pintada por Leonardo da Vinci em 1503. O autor, Donald Sassoon, aborda as mais diversas teorias e mitos que envolvem esse quadro: Leonardo da Vinci quase morreu de tédio enquanto pintava a Mona Lisa. Existe na internet 93 mil (!) sites sobre essa obra. A modelo seria estrábica, surda, vítima de paralisia celebral, gordinha e banguela. Era mulher de um mercador mas Da Vinci teria retratado a si próprio, de gozação.

Encruzilhada Brasil Debate com Fernando Gabeira e Roberto da Matta, amanhã às sete da noite, no CCBB. De graça.


Poesia concreta.


2.3.04




Com François Truffaut, A Sereia do Mississipi, 1969


Festival Catherine Deneuve


Verdades e mentiras Por que a maioria das pessoas que a gente conhece diz que só assiste Discovery, People & Arts e Telecine Classic?

Isso me lembra uma vez que comentei com minha ex-analista sobre o fato de que todas as mulheres que eu conhecia e principalmente as que eu só conhecia de revista, sempre diziam "Quando meu filho nasceu, alguma coisa mudou dentro de mim". Me tornei poderosa, corajosa, compreendi o sentido da vida. Este tipo de coisa. Eu não senti nada disso, continuei sendo exatamente a mesma coisa por dentro - será que havia algum problema sério comigo?

Daí ela olhou pra mim, daquela maneira carinhosa que é dela, e falou: "As pessoas mentem, Marina".



Com Roman Polanski


Fiquei super contente qdo li na Folha que o Paulo Lins é professor-convidado do campus de Berkeley da Universidade da Califórnia. O escritor, autor de Cidade de Deus, dá aulas de literatura brasileira para estudantes norte-americanos. Nas aulas ele fala de bossa nova, modernismo, tropicalismo etc. Adoro quando as coisas têm tudo para dar errado e dão certo.

Inexplicavelmente, a notícia me remete às estrelas feitas de diamante, um triângulo no mar onde as coisas se perdem, a possibilidade de água em Marte e o fato da superfície da Terra ser feita de cristal.

Eu vivo sempre no mundo da lua.

Chumbo grosso A história do divórcio e da gravidez de Luma de Oliveira é muito mais, digamos assim, complexa, do que a imprensa está divulgando. Mas esse blog não é Contigo, então cala-te boca.

Então estávamos vendo um programa na People & Arts e um especialista estava explicando que uma pérola verdadeira rola em linha reta. Não vi desde o início e não sei que tipo de concha era aquela mas a pérola que ele mostrava podia valer até seis mil dólares.



Com Pierre Clémenti, A Bela da Tarde, 1967


1.3.04


Muitos arquivos atrás eu escrevi que tinha uma amiga, de séculos, a quem daria um nome fictício, Helena. Pois pode parecer que a própria Helena é fictícia. Não é, claro. Aliás, como já escrevi aqui uma vez, tristezas e alegrias, all is true neste blog. Mas Helena usa perfume de princesa, já cavalgou pedalou ao lado de Bruce Willis em Paris - verdade que ele não estava "com" ela mas passou por ela, sem camisa, o que, convenhamos, já está ótimo. Jantou com Marisa Berenson, que metade das pessoas que passam por aqui não devem te a menor idéia de quem seja, enfim, Helena é descolada no jet set. Estou falando tudo isso porque recebi um email, que ela mandou durante a transmissão do Oscar, do qual vou publicar um pequeno trecho: "Eu amo o Sean Penn. Elegante, humano, natural, inteligente, lindo, lindo, lindo. A mulher dele é linda. Ele esnobou a Madonna. Ele é maravilhoso. Eu já vi ele de bermuda em Nova York, tomando alguma coisa na mesma loja de tortas onde eu estava, com a minha mãe. Foi ela que me mostrou, dizendo: olha aquele rapaz de Hollywood... As mães sempre nos mostrando as coisas importantes da vida".

É vero.


Mais O diretor, vencedor do melhor curta de animação, mandou um beijo para o namorado. Acho que é a primeira vez que rola um negócio assim no Oscar.


Como se não bastasse o Blogger br mudar às regras com o jogo em andamento, meu outlook está funcionando com ajuda de aparelhos. Estou respondendo meus emails. Se o seu não mereceu resposta, você sabe a quem culpar.

Estou sempre levando sustos. Hoje o supermercado estava coalhado de ovos de Páscoa!



Engraçado mesmo.

A cor dourada de Charlize Theron, na festa do Oscar, foi conseguida numa temporada aqui no Brasil. Olha. Pensei que fosse bronzeamento artificial, maior pinta.




Bocejos na madrugada Você não sabia que O Senhor dos Anéis ia levar todas? E que o Sean Penn ia ganhar o prêmio de melhor ator? E o Tim Robbins? E a Charlize? E a Renné? O Oscar, além de previsível, foi um dos mais chatos.

Até a Nicole Kidman que é linda estava esquisitinha.

Blogger.Globo Como eu faço para transferir todo o meu arquivo de fotos para outro lugar?

Oscar 2004: surpresa zero.

A mais bonita: Liv Tyler, de óculos.
Os mais bonitos: Jude Law + Del Toro

U-fa. Não consigo caminhar e pensar ao mesmo tempo, olha que ótimo. Vi a Fernanda Torres, com aquele chapelão mexicano, bermuda preta, camiseta branca de manga comprida, tênis amarelo e preto e um curativo de uns 5 centímetros na batata da perna, de mãos dadas com o filho. Sol fortíssimo, voltei suando em bicas.



Só se for agora Agora que Peter Jackson está com a vida ganha, estou indo caminhar. Estou com quatro quilos a mais e que tenho que perdê-los rapidamente ou comprar um guarda-roupa novo. Vou caminhar até os patinhos de aluguel. De tarde vou à análise a pé. Amanhã vou a Ipanema resolver umas coisas, idem. Chega de táxi, chega de ônibus, agora é tudo na base do tênis.
Se o Blogger Brasil detonar minhas fotos vou deixar de curtir isso aqui.



sopro, golpe...


comente aqui


on-line







Rio de Janeiro


Desde abril de 2001



PicoSearch






Marina/Female/40-44. Lives in Brazil/Rio de Janeiro/Lagoa and speaks Portuguese. Spends 20% of daytime online. Uses a fast (128k-512k) connection.





English




Minhas coisas

cronicas
tiquetes de viagem
jogo do curriculo
multi-uso
fotolog




This page is powered by Blogger.
 
Why isn't yours?


Arredores
   > | ? | #