Marina W
28.2.04
Gênio criativo ou criador de casos?

De gênio, Joãosinho Trinta passou a ser um chato. Trinta anos dedicados ao carnaval, desfiles sensacionais, como aquele da legião de mendigos, não significam mais nada. Shifaizfavoire!

27.2.04
As línguas são imperfeitas
pra que os poemas existam
e eu pergunte donde vêm
os insetos alados e este afeto
seu braço roçando o meu.

Adélia Prado



Para tudo existe uma palavra: Schadenfreude




Oscar Se O Senhor dos Anéis começar a ganhar um prêmio atrás do outro vai ser uma chateação.

As sobrancelhas do Beckham ou The Metroman Eu, particularmente, gosto de homem com cheiro de sabonete e olhe lá. Que usa o que estiver no box, sem se ligar em marcas. Mas agora os homens tb querem curtir cremes, brincos delicados em cada uma das orelhas, esmalte nas unhas, sombra, batom. Tudo bem, é um direito que eles têm. Mas o David Beckham não exagerou um pouco na pinça?

E teve uma vez que coloquei compressas YSL nos olhos de um homem, cansado de lutar para transformar o mundo.

Do Newsletter da Áurea Leszczynsk Em Kansas, Estados Unidos, uma mulher morreu depois de passar mal durante a crucificação de Cristo, no filme do Mel Gibson.
&

Arnold Swazennegger, que faz pendant com Bush, tentou mas não conseguiu impedir o casamento de gays em São Francisco.

26.2.04

Klute


Celebs Ontem, dezenas de fotógrafos no portão da casa da Maria Clara, entra um automóvel com dois funcionários da Melo Diniz. Só depois entra o carro da clínica para fazer o DNA na mocinha. Agora, olha que engraçado : quando o Daniel Dantas e o Roberto Pirilo chegam na casa, perguntam sobre o exame e a Maria Clara diz que foi tudo bem. Que caras lentos e que exame rápido, hein?

Nada consta Agora em março vou a São Paulo outra vez, adoro. Aliás, sempre acontece um fato curioso: toda vez vou naquela galeria clubber na Augusta (aliás, não entendo pq vou sempre lá) nunca me lembro que ela abre no meio da tarde. Depois entro numa rua qualquer daquelas e propositalmente me perco. Acabo sempre passando pelo Frevinho (Frevo ou Frevinho?) e lembro do Binho e da Frau. No Ibirapuera aluga bicicleta?

Hoje fiz duas sessões de RPG, foi muito bom. O remédio dá um sono danado etc. Comprei gérberas, laranjas e vermelhas.

Vontade de escrever mas sem assunto.

É verdade que o Chico está namorando a Luma? Que babado forte.

update A Carolina Galassi escreveu dizendo que eles alugam bicicleta por "três real" a hora, uhuuuu! Valeu :)

Oba!

25.2.04


William Holden e Susan Strasberg, Picnic, 1956


Parece que dizes / Te amo, Maria / Na fotografia / Estamos felizes / Te ligo afobada / E deixo confissões / No gravador / Vai ser engraçado / Se tens um novo amor / Me vejo a teu lado / Te amo? / Não lembro / Parece dezembro / De um ano dourado...

É o maior.

Em 1934, Will Rogers protagonizou uma das maiores saias-justas do Oscar. Ao anunciar o prêmio de melhor direção, ele apenas disse: "Venha buscá-lo, Frank". Frank Capra, que concorria por Dama por um Dia se levantou sorridente e foi até o palco. O problema é que o "Frank" em questão não era ele, e sim Frank Lloyd, agraciado pelo filme Cavalgada. O momento poderia ter sido apenas uma gafe, mas marcou a vida de Capra para sempre. Em sua autobiografia, o diretor escreveu: "Foi a mais longa, triste e difícil caminhada da minha vida." As gafes do Oscar.




Bad day O dia hoje foi osso duro de roer. Acordei aos prantos, liguei para o aos prantos e depois pra farmácia idem. Minha coluna. Parecia que eu estava sendo esmagada, olha, nem dá para explicar. Acho que foi a pior dor (física) que já tive. Não podia ficar deitada, nem sentada, nem em pé. Se eu tomasse uma injeção a dor pararia por uns três dias. Mas não dá, tenho hor-ror. Então tomei dois remédios, um deles que dá sono, então dormi até a hora do almoço. Acho que em agradecimento ao meu irmão, sonhei que ele estava namorando uma garota bem linda.

Fumei três cigarros. Sei que não é assim que se pára, que tem que ser de uma vez mas.

Amanhã às nove e meia vou fazer RPG.


Feliz aniversário, meu amor!
Ser mãe é aflitivo, porque é amor além da conta do possível.


24.2.04






Unfuckingbelievable!


Vocês já viram um comercial da Pepsi Twist que uma moça namora um limão gigante? O que é aquilo?

Cineminha em casa Hoje assisti Lisbela e O Prisioneiro, de Guel Arraes. A gente sabe que a produção é da Paula Lavigne três vezes antes do filme começar. É uma gracinha, os atores são ótimos, coisa e tal. A trilha sonora é mui-to boa, um dos trunfos da história. Depois vi Deus é Brasileiro mas saí no meio. No meio não, antes. E olha que é com o Fagundes. Parabéns para quem fez a montagem do trailler. O filme é lento e chato. Chatíssimo.

23.2.04


Katherine Ross no intervalo das filmagens de "The Graduate", 1967. Foto de Bob Willoughby


À partir de amanhã - vejam bem, amanhã, não uma segunda-feira mítica - virei menos à internet. Porque, como o cafezinho, internet rima com cigarro, que pretendo abandonar. Também estou toda ferrada, preciso me dedicar mais a minha saúde e finalmente fazer alongamento, pilates e tudo aquilo que minha coluna precisa e a internet prejudica. Caminhar, fisioterapia, aquelas coisas. Claro que estarei aqui todo dia, até o Blogger me explusar. Mas não toda hora, toda madrugada, momento e manhã :)

Overdose Por que as melhores escolas são sempre quase de manhã? Nunca vejo os desfiles mas ontem eu vi, porque queria ver o Joãozinho Trinta. Nem foi aquilo tudo, expectativa é fogo. Adorei aqueles terninhos de diretoria da escola, branco e vemelho, usados por alguns artistas na abertura da escola. Desliguei quatro e tal, quando a Mangueira começava a desfilar e perdi a Portela que, dizem, que foi a melhor. Fiquei zapeando, Redetevê, Band e Globo.

- A Caprichosos de Pilares foi a mais fraquinha, um desfile sem imaginação nenhuma. Até a Xuxa, que é bonita, estava com uma roupa que desvalorizava seu corpo e com aquele cabelo horrível. E a idade chegou...
- A Unidos da Tijuca fez um bem desfile original, gostei dos balões de gás, flutuando como se fossem idéias.
- A mais bonita na avenida foi Ana Hickman.
- Na RedeTevê a repórter perguntou ao Hugo Carvana quem matou Nelito. Hohoho.
- Na Band, Astrid é a maior fominha de microfone e não deixava a Preta Gil falar um oi. E aquele visual dela, sou-moderníssima-trabalhei-na-mtv, melhor nem comentar.
- Das escolas que eu vi, a mais bonita foi o Salgueiro.
- Ah, e vi o Jamelão, patrimônio nacional...


22.2.04




Sonhos repetidos Sempre sonho que moramos numa casa de dois andares, só que nunca usamos o andar de cima, todo acarpetado de vermelho sangue.

Vejam / Essa maravilha de cenário / É um episódio relicário / Que o artista num sonho genial / Escolheu para este carnaval / E o asfalto como passarela / Será a tela / Do Brasil em forma de aquarela...

Queria ir à Avenida ver apenas três escolas: Mangueira - porque a comissão de frente vai abalar - , Grande Rio - porque Joãosinho Trinta é gênio - e Império Serrano, pra ouvir aquele samba outra vez.

Deu no Jornal do Brasil Nemo Nox está na disputa de melhor blog latino-americano em competição internacional, o Bloggie Awards. As votações serão feitas pelos leitores e a festa de premiação acontecerá em Austin, Texas.


Notícias carnavalescas Luiza Brunett está "dando um tempo". Luma de Oliveira pediu o divórcio.

Celular

"Adivinha aonde eu estou"
"Não tenho a menor idéia"
"Nem eu"
"Ahn?"
"Acordei numa cama de uma casa de cômodos na Praça Onze, estou tomando vaca atolada com Pepsi"
"Deus do céu"
"As pessoas aqui são legais"
"Legais como?"
"Parecem aquelas mulheres da Velha Guarda da Portela. Eu estava dormindo no carro e me trouxeram pra cá. Cama limpa e ventilador"
"Ah!"
"E uma casa de cômodos que transformaram num restaurantezinho. A Eneida e o namorado estão comendo um mocotó"
"Ui!"

Mais tarde

"Sabe aonde eu estou?"
"Tenho até medo de pensar"
"No buraco quente da Mangueira!"
"Minha nossa"
"Aqui é muito bom!"

O sábado dele começou às nove da manhã, no Bola Preta. Evoé, Zé!



21.2.04
Correspondência Eletrônica

Marina,

Li há algumas semanas no bloWg sobre uns tais biscoitos encantados. Deveriam ser feitos na lua nova, despertando o poder de sedução de quem os comer. Eu fiz a receita na lua nova do mês de janeiro e deu muuuuuito certo. Digamos que nunca choveu tanto na minha horta. Antigos pretês e trepês relembrando meu número de telefone...
Um beijo grande, Edu

Uau!
(Pra quem tiver a fim de experimentar, a receita está lá no blog dele)


A minha fantasia de diabo / Só falta o rabo / Só falta o rabo / Eu vou botar um anúncio no jornal / Precisa-se de um rabo pra brincar o carnaval...

Diabo sem rabo, marchinha de 1938, de Haroldo Lobo e Mílton de Oliveira. Considerada imoral, a frase final foi foi trocada por "precisa-se de uma diaba pra brincar o carnaval."




EXCLUSIVA

Cirque du Soleil de verde e rosa? Só se for coisa de Jesus.





H.

Mulherzinhas S. trabalhou e passei a tarde com Helena. Canoas para relaxar & Fashion Mall para experimentar roupas. Vimos coisas bárbaras na Chocolate. A mais linda: Cachemire muito fininho, do Cacharrel, goiabinha, gola canoa, delicadíssima, e, no centro, uma folha de cannabis bordada com minúsculos cristais verdinhos e brancos. Só vendo para crer.

Qdo contei, S. falou que era ridículo "dar força para o tráfico", mas aquela malha era a coisa mais anti-tráfico que já vi, era uma poesia.

“Você comprou?”
“Eu? Vc sabe quanto custa? Dá uma idéia”.
“Não sei...”
“Chuta um preço”
“Trezentos reais”

Quá,quá,quá. Homens.
Quatro mil e setecentos reais.

Muito verde e silêncio. Café e vitrines. Hoje foi um dia superbacana.




Vou beijar-te agora, não me leve a mal.


20.2.04
Meu amor me ensinou a ser simples
Como um largo de igreja
Onde não há nem um sino
Nem um lápis
Nem uma sensualidade

Oswald de Andrade


Garotas dos Mares do Sul









Para Isabela e





Sobre mulheres e gays Vacilar é humano. O vacilo do mês foi comprar aquele livro sobre a vida sexual das estrelas de Hollywood. Putz. O livro é sem graça e dá uma sensação desagradável de estar olhando pelo buraco da fechadura e invadindo a intimidade alheia além da conta. Meio desrespeitoso. Não tem charme, é apenas uma enxurrada de fofocas, sobre quem era gay. Todos.

Por falar nisso, X tem uma teoria que pode não ser de toda original mas é interessante e tem a ver. Uma amiga me disse "Mas esse futuro já chegou!" . Está quase chegando mas não chegou. Embora esteja próximo.

Ele diz que as mulheres vão estar em postos altíssimos, como já começa a acontecer, e o mundo se dividirá entre dois poderes: mulheres e gays. As mulheres dominando as finanças e os gays dominando a cultura. As mulheres não vão precisar dos homens para nada, nem para ter filhos - o que, aliás, já acontece. O homem então passará a ser o sexo frágil, um disputadíssimo sex toy.

Estourando em Hollywood.


19.2.04


Hoje assistimos Kill Bill, do Tarantino.

Vamos combinar que Pulp Fiction só existe um.
Kill Bill é uma trilogia, com Uma Thurman.
É a história de uma vingança.
É interessantíssimo, super bem dirigido e ultra violento.
Mas a violência é tanta que é uma espécie de alegoria, quase uma fantasia.
Na cena mais comentada do filme, a atriz luta com dezenas de japoneses e suas espadas e, em dez minutos, acaba com todos eles.
É impossível não pensar no vilão de matrix se multiplicando para enfrentar Neo.
Uma dá saltos no ar e não deixa pedra sobre pedra.
Sua personagem é um misto de Neo e as panteras.
Algumas passagens - e nem falo das lutas - seriam inconcebíveis na vida real, mas quem se importa?
O modo que a história é narrada é bárbaro. Como em Pulp Fiction, o filme vai e volta no tempo.
A infância da vilã japonesa-chinesa-americana, vivida por Lucy Liu, é contada em forma de Mangá. Até eu que não curto mangá fiquei impressionada. O desenho animado dura uns quinze minutos.
Algumas partes são em preto & branco, o que dá ainda mais charme ao filme.
A trilha sonora é sensacional. É sempre sensacional, como em PF e Jackie Brown.
Uma Thurman está ótima.
Tarantino é o mais pop dos cineastas.
O final á bem bolado e intrigante.
The end.





Rachel




Carnaval: talvez sim, talvez não.


18.2.04

O Medico para o paciente:

- Tenho duas noticias! Uma boa e outra ruim!
- Me diga logo a ruim, doutor!
- Você tem apenas uma semana de vida!
- E a boa?!
- Você tá vendo aquela morena gostosona ali?
- Estou!
- Eu dormi com ela ontem a noite!

Quá quá quá.



"Vai a onda / Vem a nuvem / Cai a folha / Quem sopra meu nome?"

Eu passo o dia inteiro cantando.



Tudo o que sabemos do amor, é que o amor é tudo que existe (Emily Dickinson)



Quarta-feira

Bolão.
Bill Gates & Arnold Schwarzenegger no Rio.


Oscar A Academia foi pega de surpresa este ano. Na Captura dos Friedmans, do cineasta Andrew Jarecki é um dos filmes favoritos na categoria de melhor documentário de longa-metragem. Relata a história de dois norte-americanos, pai e filho, que estupravam crianças. Acontece que dois homens,que na época tinham 8 e 11 anos e foram vítimas dos criminosos, escreveram uma carta para a Academia, repudiando a indicação do filme, que "transforma em celebridades homens que na verdade são monstros". Em 1995, pai e filho foram julgados e condenados. O pai morreu na cadeia e o filho está em liberdade condicional. Os organizadores do Oscar temem represálias e já acionaram controles de segurança, que será reforçado caso o filme ganhe.

Ouvi na CBN.

Quem matou Lineu Vasconcelos?

Outra coisinha : Já reparou que o personagem Inácio da novela das oito tem mentalidade de um menino de nove anos?
E outra: A Malu Mader seeeeempre que chega em casa e alguém precisa falar com ela, ela diz: Agora não, estou muito cansada, preciso descansar...
Mais: Sem o Hugo Carvana a novela vai perder muito. Eu adorava o Lineu.


Dos mistérios da humanidade Por que quando estamos no telefone e precisamos anotar um recado, a caneta que pegamos está sempre falhando?

Sem título Está na primeira página do jornal O Globo. O secretário de segurança do Rio, o rei da maquiagem, diz ter zerado os sequestros no Rio. Na verdade ele deu uma nova denominação ao crime, "extorsão com momentânea privação da liberdade da vítima". Por causa deste artifício, que nunca aparece nos bolentins mensais de criminalidade, o número divulgado de sequestros em 2003 foi 45% menor do que o número real.

Por falar nisso, estou equivocada ou é imoral a propaganda eleitoral do casal? Parece anúncio das Casas Bahia. Depois da chapinha japonesa, a comida, os remédios e os hotéis, agora eles prometem a casa própria, que sai por um real ao mês. Então tá bom.






Acho que nunca recebi tantos emails como hoje, todos relacionados à decisão da prefeita de São Paulo, de permitir que cães e gatos de rua sejam enviados para laboratórios de pesquisa. Todos contra. Vou escolher dois, que resumem muito bem os demais.

Correspondência eletrônica

Olá Marina, como você está? Sou paulistana e moro em Santos há algum tempo. Aqui do lado tem uma cidade chamada São Vicente que todo mdo já ouviu falar (acho,rs).São Vicente é pobre, tem muita gente carente,não tem indústrias e classe média e alta penso que seja em menor porcentagem do que a maioria das cidades gdes e médias do Sudeste. Pois o prefeito, Márcio França, que diga-se de passagem é um dos que tem o maior índice de popularidade do Brasil, conseguiu o que São Paulo, a cidade mais rica do país não consegue: recolhe os animais, castra e os devolve. Até daqueles que têm dono. E a gente vê as pessoas que levam animais que não são seus só p/ ajudar. Por que a minha cidade que já foi tão solidária agora só vota em políticos mesquinhos que só se importam com "maquiagem" (tanto dela como da cidade)?E quanto ao Trípoli, desde que eu era adolescente (13, 14 anos), ouço falar de sua luta pela dignidade dos animais, e isso já fazem mais de 15 anos.Ele não apareceu em ano eleitoral, não. Ela ( a Marta) é que foi mexer com isso agora.E eu não sei porque esse povo vem com um blá-blá-blá confuso, misturando ideologias, querendo inverter a culpa, aliás como eles sempre fazem. O que os pobres dos animais têm a ver com as ideologias? Êita papo besta! Os de direita, os de esquerda, os de ponta-cabeça, todos temos que zelar pelo bem estar dos animais (eu não sou de direita, nem de esquerda, muito pelo contrário).Sempre tive a impressão de quem não gosta, ou não respeita os animais não foi nem é amado e não ama ninguém.

Um beijo e até mais,
Cátia Alves


Correspondência eletrônica II

E não me venham com essa história de crianças de rua etc. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

ASSINO EMBAIXO!

Já tô cansada dessa gente que maltrata os animais! No sábado passado vi no programa da Luiza Mell (Late Show*) na RedeTV o protesto contra o veto da Martaxa. Fiquei horrorizada com as imagens de vivisecção.

*o programa é legal, sempre aparecem muitos cachorros (meus preferidos) - ela é uma debilóide, mas gosta de animais, deve ser uma debilóide gente boa (ela já adotou 11 cachorros abandonados).

Beijos, Marcia Aguiar



Então me contaram o seguinte: Liza com Z, que era o trunfo (!) do governo do Rio para o carnaval pede muitas desculpas mas não poderá comparecer. A governadora deve estar com a saia cor-de-rosa justíssima, porque está marcado para amanhã um big almoço para recepcionar a cantora. Agora vai ser um trabahão desconvidar todo mundo, em cima da hora. Liza Minelli alegou que precisa participar de uma audiência, para resolver a briga de foice que está travando com o seu ex.

Por outro lado, vocês viram no jornal, Bjork está se esbaldando no carnaval de Salvador.


17.2.04
Eles matam cavalos, não matam?

Até quando o homem se sentirá superior aos animais? Quem lhe disse isto? Estamos no mesmo planeta, os homens e os animais. Por que achar que o ser humano é mais importante do que um leão, por exemplo? Uma sociedade nunca é moderna quando não se respeita os animais.

Os carroceiros da Zona Oeste do Rio (Santa Cruz, Jacarepaguá, Recreio etc) e também de Paquetá, estão trabalhando com cavalos debilitados e subnutridos. Quando eles não têm mais força são abandonados em lugares sem pasto e acabam morrendo de fraqueza e fome. Um cavalo não pode ficar deitado mais de quatro horas porque isto faz com que seus órgãos se paralisem. Um cavalo quando se deita é por no máximo uma hora, uma vez por dia. Mas eles acabam se deitando, por causa do cansaço e acabam morrendo. Isto vem acontecendo com grande frequência.

Já existe uma legislação, em Brasília e no Rio Grande do Sul, que protege os animais-trabalhadores. Eles só podem trabalhar 8 horas por dia, em condições saudáveis e em charretes emplacadas, passíveis de multa. A punição pode atingir de 2 a 6 anos de cadeia.

O prefeito Cesar Maia autorizou a construção de três abrigos municipais, para acolher os gatos e cachorros de rua. Esperamos que a prefeitura tome providência tb em relação aos cavalos e burrinhos.

E não me venham com essa história de crianças de rua etc. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.












Correspondência eletrônica

Olha, Marina.

Quem sou eu pra falar alguma coisa mas tipo eu acho que a Marta Suplicy seria muito útil como síndica do seu prédio. O Trípoli é um político que eu já tive o prazer de conhecer. E tive algumas ótimas impressoes dele e tal. O caso é que esse projeto de lei é inviável. É isso ou matar os animais. A Prefeitura não tem grana pra fazer um recolhimento decente. O Tripoli deveria ter feito um projeto no sentido de abrigar os cães. Porque aí é possivel pensar uma verba, levantá-la, forçar a Purina a colaborar e etc. O Estado brasileiro é pobre. Uma lei universalista como a que ele propôs, nunca poderá ser sancionada. Então tem um quê de má-fé de ano eleitoral (ele é do PSDB). Porque ele queima a Marta com um eleitorado que é muito caro a ela. Aqueles que estão preocupados com ampliação de direitos. Porque a esquerda brasileira funciona no paradigma operário/burguês. Além da defesa cega ao funcionalismo público. A nova esquerda tem apenas Gabeira, Marta Suplicy e uns outros poucos. Pessoas que percebem a ampliação do leque. Que superou a queda do muro mas não desistiu da cidadania. Que inventa novos caminhos para fazer justiça social. Usa as categoria de mulher, negro, gay, idoso. E a bandeira da ecologia. Lévi-Strauss numa de suas últimas entrevistas diz isso. Que os animais são a ultima barreira. Que quando o direito deles de viver por eles mesmos (e não para e pelo homem) for conquistado, daremos talvez o último passo no sentido de tolerância e integração. A Marta é dessa corrente. Ela nao é uma madame como pode parecer. Apenas o projeto é eleitoreiro e inviável. Vem na hora errada pra isso. Pra queimá-la com gente que é eleitorado cativo dela. Mary W.

Entendo...Mas se gasta tanto dinheiro com tantas coisas inúteis e os animais são sempre deixados de lado. Eu entendo mas não aceito. Sei que muito político fatura com esse papo de ajudar animais mas é história pra boi (!) dormir. Não sei se é o caso do Trípoli, porque eu não conheço.

Alguém me explica essa parada do Blogger? Resumidamente, claro, esse negócio de cláusulas não é pra mim. Eles vão detonar tudo que a gente colocou lá? Ou vamos ter que pagar mensalidade? Se for pra pagar tudo bem, já estou viciada mesmo. Mas tirar do ar tudo que as pessoas fizeram é muita sacanagem. Né não?


16.2.04
Os astrônomos descobriram uma estrela feita de diamantes!

A estrela fica a 480 trilhões de quilômetros da Terra. É um diamante que pesa mais de 2 milhões de trilhões de trilhões de quilos.


Bye, Redi

:ó(





S.O.S. O projeto de lei 428/03, de autoria do vereador Roberto Tripoli, que impede a entrega de animais recolhidos nas ruas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para serem usados em pesquisas foi aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo. Mas, para transformar-se em lei, dependia da sanção da prefeita Marta Suplicy, que vetou o projeto de lei.

Tripoli deixou claro que não se trata de impedir a realização de pesquisas e sim tratar de forma mais humanitária e ética animais que já sofreram tantas dores físicas e psicológicas nas ruas. De mais a mais, esses cães e gatos recolhidos em geral têm sua saúde extremamente comprometida, o que pode até invalidar o resultado das pesquisas.

MANIFESTE-SE JUNTO À PREFEITA MARTA SUPLICY SOBRE SEU DESAGRADO AO VETO À LEI QUE PROTEGE OS ANIMAIS!

Marta Suplicy deve ser uma daquelas pessoas que adoram cachorros. De raça. Não conta com o meu voto nem para síndica de prédio.



15.2.04


"Ai que enjoo me dá o açúcar do desejo"



Olha o que Ms. D achou no Google: o famoso almoço de Blixen, Carson e Marilyn!




14.2.04
Parabéns, parabéns, hoje é o seu dia, que dia mais feliz...

O PT não é mais aquele, olha a cara dele: Na festa de comemoração dos 24 anos do partido, no Hotel Glória, quem cantou Parabéns pra Você não foi o Chico nem o Geraldo Vandré. Os companheiros colocaram a mesma gravação que alegra as festas dos baixinhos: Xuxa.



Gênio do Mal • Nos EUA acaba de sair A biography (Little, Brown&Co). É um dos melhores trabalhos sobre a vida do psicanalista Carl Gustav Jung. A autora é Deirdre Blair, que já biografou Samuel Becket e Simone de Beauvoir. Uma das principais revelações: Jung, quando brincava com os filhos, era só para exercer o seu sadismo. A sua filha ficou surda ainda na infância porque ele estourou de propósito um rojão, quase que em cima dela, para testar a reação de medo da menina. Mais: Jung viveu bom tempo de sua vida com duas esposas e na mesma casa.(Isto É)



Oi, querida.


Sábado, meio-dia Levantei - sonhei que tentava convencer o meu primeiro namorado a não matar odete roitman - sonho febril, meu predileto - tomei banho - coloquei o biquini- o sol entra pela janela como um chamado - não posso descer pra piscina - estou amarrada numa resenha - meus neurônios estão alvoroçados - comprei pão e queijo na padaria - o google sente muito mas não pode me ajudar - começo a entrar em parafuso - entregar um trabalho na segunda - preciso ir ao hosputal para tirar os pontos da cat moss - escrevo escrevo deleto deleto - help - anjo da guarda, favor comparecer.

13.2.04




Barraco Assistir (parte, pq ninguém é de ferro) do programa do Clodovil realmente é divertidíssimo, simplesmente porque ele não diz coisa com coisa, o importante pra ele é sair falando. Então pode acontecer de ele falar durante horas sem que você faça idéia da onde ele quer chegar. Para quem é chegado a um barraco telesivo (e quem não é?), hoje foi um prato cheio. Simplesmente Nicole Puzzi virou para Monica Buonfiglio (exploradora de anjos) e falou : "Você me disse que este ano eu ia me casar, que a peça A Sauna ia ser um sucesso e que eu ia viajar muito. Eu não me casei, a peça foi o único fracasso da minha carreira e eu não viajei" Quá quá quá. A mulher, que estava calada, calada ficou.

Por falar nisso, quem gosta mais de um palquinho, Clodovil ou F.Y.?


legítimas



chaveiro


O sambista Nei Lopes também tem blog. Dica do Serjão.

*Realmente esse negócio de cheque especial é um perigo, hohoho.




Roubei: manifestação contra a guerra do Vietnã. Jane Fonda-Hanói e JFKerry , 1970, Pensylvania.


12.2.04


Paul McCartney

Desenhos de celebridades.



Oba! O Multi-uso voltou a funcionar :) Viva a Mari!

Aproveitando - e já que ninguém curtiu o último tema - vamos deixar uma pergunta no ar: Quais os cinco livros, lidos ou não lidos, que você levaria para uma ilha deserta?



O encontro de três mulheres fascinantes: Karen Blixen-Finecke, Carson McCullers & Marilyn Monroe. MELHOR LER DE BAIXO PARA CIMA.

Leandra conta mais A escritora Karen Blixen-Finecke dizia que a sua vida atravessara cinco fases, cada uma com um lema diferente: Sicut aquila juvenescam ("Eu crescerei como a águia"); Navigare necesse est, vivere non necesse ("Navegar é preciso, viver não é preciso"); Je responderay ("Eu responderei"); Pourquoi pas? ("Por que não?"); e o último, tirado do escritor Edmund Spenser, Be bold, be bold, be not too bold (Seja audaciosa, seja audaciosa, não audaciosa demais)

Correspondência eletrônica

O Arthur Miller diz que não aconteceu, mas onde há fumaça há fogo. É claro que é exagero, mesmo porque Karen Blixen já estava mais pra lá do que pra cá, é só ver as fotos dela, cadavérica, parecendo uma máscara mortuária. (Tem uma famosa que o Richard Avedon tirou). Dizem que morreu de envenenamento por conta do arsênico e do mercúrio que tomava pra combater a sífilis. Ah, e sofria de síndrome do pânico desde adolescente. Não sei como esse pessoal agüenta!
Eu adoro ela, acho uma grande escritora, maravilhosa, elegantéssima, chiquérrima, brilhante e uma figuraça. Viciada, sifilítica, apaixonada pelo pai (também sifilítico e que se matou pra não contaminar a esposa!), amante do bonitão (que não era Robert Redford!) que na verdade era bissexual (ela escreve sobre isso mas o filme não mostra, of course),
amiga do ex-marido, o barão que a contaminou e que era gente boníssima. Enfim, uma grande artista. Adoro a coragem das três. E a gente fica com medo de estar mal vestida!

bye,
L




Marilyn rowing a boat in Central Park



Olha que história ótima que a Leandra leu num site de literatura e acabou de me contar:

No dia 5 de fevereiro de 1959,a escritora norte-americana Carson McCullers, autora de Balada do Café Triste, ofereceu um almoço para que a escritora dinamarquesa e Baronesa Karen Blixen-Finecke ( tb conhecida por Isak Dinesen, autora de A Festa de Babette ) conhecesse Marilyn Monroe.



Baronesa Karen Denisen Blixen, por Elbert Price


Blixen tinha 74 anos, era uma grande dama da literatura e muito rica, embora estivesse muitíssimo debilitada pela sífilis que contraiu quando estava na África , onde escreveu Out of Africa - Meryl Streep fez seu papel no cinema. Por ser anoréxica, pesava 36 quilos, só se alimentava de ostras e uvas e só bebia champanhe! Costumava ficar acordada até tarde, fumando sem parar, ingerindo anfetaminas e contando suas famosas histórias. Depois que os amigos iam embora, ela ficava falando sozinha ou entrava numa espécie de transe auto-induzido. Sente só.

McCullers tinha 42 anos e era famosa pelos dramas românticos que escrevia e, como Blixen, era chegada a aventuras. Por causa de problemas físicos e emocionais, era quase uma reclusa mas havia mais de duas décadas que todo ano relia "Out of Africa" e considerava Blixen a sua "amiga imaginária," que sempre "estava lá quieta, serena e com grande sabedoria para me confortar." Ao saber que Blixen gostaria de conhecer Marilyn Monroe, McCullers ligou para Arthur Miller, então marido da atriz, e marcou o almoço.



Monroe tinha 33 anos e não conhecia nem nunca lera McCullers nem Blixen. Tinha acabado de filmar "Quanto Mais Quente Melhor" e chegou atrasada para o almoço. Usava um vestido preto com uma grande gola de pele e um decote profundo. Blixen vestia um conjunto cinza e um turbante que ela chamava de "Verdade Sombria"! Esta mulher devia ser bárbara!

As três se entenderam às mil maravilhas, embora Arthur Miller diga que é lenda a história de que as três dançaram juntas sobre a mesa de jantar de mármore de Carson McCullers. McCullers disse que foi a melhor festa que deu na vida; todo mundo adorou quando Marilyn contou que certa vez tentara acabar de cozinhar macarrão usando um secador de cabelo; e Blixen disse que Marilyn era "quase que inacreditavelmente bonita," cheia de "uma vitalidade ilimitada" e de "uma inocência incrível" -- "Vi a mesma coisa num filhote de leão que os meus empregados me mostraram na África. Eu não quis ficar com ele."

Karen Blixen e Marilyn Monroe morreram alguns anos depois deste insólito almoço, em 1962 de inanição e overdose, respectivamente; Carson McCullers morreu em 1967, de um derrame.


"The person I really wanted to be was Dorothy Parker". C.F.

Deu no NYT Carrie Fisher – a princesa Leia de Guerra nas estrelas – acaba de lançar um livro chamado "The Best Awful" (a tradução literal poderia ser O Melhor do Péssimo), sobre transtorno bipolar de humor. Filha de pais famosos, Debbie Reynolds e Eddie Fisher, Carrie disse que jamais pensou em ser atriz e sempre quis ser escritora.

Sua bipolaridade se manifestou aos vinte anos, quando mergulhou de cabeça-corpo-e-alma no álcool e nas drogas. Este período da sua vida é relatado no livro Postais do Abismo, sob forma de ficção, já que sua memória não é lá das melhores.

Seu pai tb era bipolar e ela lembra que, aos 14 anos, começou a achar que as coisas estavam meio esquisitas quando ele a chamou para ver as roupas que havia comprado em Hong Kong. Quando abriu o armário, mostrou 175 ternos de cores diferentes, passando por laranja e verde limão.

Hoje Carrie Fisher tem 47 anos e é voluntária nos Alcóolicos Anônimos.


Forçando a barra Fotos da Angélica-sexy. Uma salva de palmas para o mau gosto!

Quinta, 10:40 I'm no longer between jobs.



11.2.04
Antonella já estava agendada para ir esta semana num programa da TV Globo. De onde se conclui...

Eu tenho que dormir, no máximo uma hora da manhã, mas não hoje, depois.

Quando fomos visitar o Antonio e o Alex em Monte Alto, aprendi essa técnica maravilhosa, muito boa para ser usada em vários momentos da vida, principalmente (mas nunca exclusivamente) com filhos pequenos. Antonio me contou que, nos anos muito loucos, ele conheceu uma mulher que nas festas distribuía Mandrix para a rapaziada. Quando a pessoa já estava doida e pedia outro, ela dizia "Vou dar sim, mas não agora, depois, tá?". Ele incorporou essa filosofia e agora eu também. Ótima maneira de dizer não.

"Quando eu crescer vou ser americano". J.M., três anos.





Café com bengala Eu gosto quando o dia sai da agenda. Ontem o combinado era passar às seis da tarde na casa da Andréa e do Fernando para tirar fotos de mousses. Acabamos num leilão. Nunca pensei que pudesse ser tão excitante, é como um jogo! Foi como ir ao bingo uma só vez e ganhar uma bolada. Levantei o braço, de cara, para a primeira peça. Uma gravura de Lasar Segall. Levei, trinta e cinco reais. Eu só participava quando era lance livre. É emocionante torcer para ninguém dar mais do que você e quando o leiloeiro fala "dou-lhe uma, dou-lhe duas" e faz aquele suspense, dá a maior adrenalina.

Fico preocupada e evito fazer programas muito empolgantes. Icq, uma semana atrás:

- Bete, tenho medo da minha alegria virar euforia...
- Bobagem, não virando aquele boneco de posto, tá tranqüilo

Hohoho.

O leilão acabou sendo uma prova de fogo. Muitas coisas bacanas eu deixei passar, mesmo com preços ultra-módicos, pra não cair na gandaia. Quem sabe do que eu estou falando, entende. A necessária busca do equilíbrio.

Mil coisas sobre ontem mas meu texto está sem liga. Sabe quando você não está em ritmo de escrever? Pois é.

Hoje fui cortar cabelo etc, com Helena. Desejos de comer picanha, acabamos indo parar no Esplanada Grill, maior roubada. O restaurante já era, tomei um sal de frutas andrews depois. Fomos no Shopping da Gávea, tudo com 50 por cento de desconto. Fiquei na minha. Comprei apenas três sabonetes Rastro, porque nunca podia imaginar que ainda existisse essa marca. Me deu altas nostagias de coisas pops.

Os mousses da Andréa são o se-guin-te.


Cof, cof. O blog está todo empoierado! :)

10.2.04

Liz


Prejuízo do MyDoom chega a US$ 22,6 bi; segundo pior da história. Mais.

Mudando os presépios.

9.2.04
No dia seguinte:
chamamos de terra,
o poema te leva
te dana, te agita,
te vinca de cruzes,
te envolve de nuvens.
Quem sabe aonde vai
parar no outro dia?

Jorge de Lima


Nem sabia que o Oscar é transmitido para os Estados Unidos com 5 minutos de atraso para, no caso de alguém sair do script, a academia ter tempo de censurar. De qualquer maneira, o SBT divulgou que vai transmitir a premiação em tempo real. Com direito, acredito eu, a guerrinha quem-sabe-mais entre Rubens Ewald e Marília Gabriela.

Sem esperança não surge o inesperado. Murilo Mendes



blusa, jeans, bolsa: táxi.




Cozinha


Gossips Você viu o livro do jornalista inglês sobre a vida sexual das celebridades de Hollywood? Precisa ser um santo para não se interessar em ler as resenhas e saber os babados. Claro que existem coisas que nós estamos cansados de saber, as aventuras de Warren Beatty; Rock Hudson dentro do armário por anos e anos. Mas o livro tb conta que, dois pontos: nos bastidores do filme Rebelde sem Causa, Natalie Wood tinha um caso com James Dean, com Denis Hopper e com o diretor, Nicolas Ray. Também rolava um clima entre Dean e Denis Hopper e Dean e Sal Mineo. Clark Gable era péssimo de cama, Gary Cooper muito pelo contrário. Grace Kelly, que de loura gelada não tinha nada, falsificou um atestado de virgindade para se casar com o príncipe Rainier. Rodolfo Valentino casou-se com duas lésbicas e foi preso por bigamia. All is true? Não importa. Em caso de dúvida, publica-se a lenda.

Bole-se Os dois segundos de nudez de Janet Jackson, no show com Justin Timberlake, é a imagem mais procurada da história da internet.

O amor nos torna patéticos / Sexo é uma selva de epiléticos...




Faça um quadro do Picasso. Roubei da moça engraçada. Ela fez um bacaníssimo.



Para baixar Madonna no Grammy.

Nobody Knows Me , the book.

Celebs Não sei se foi pela sua intimidade com o cinema ou por causa da correria das gravações, mas no outro dia o Hugo Carvana falou que ia deixar um apartamento pra Nívea Maria no seu testamento, pois seria um tapa de luva de película.

8.2.04
Domingo legal Lanchinho com Ramiro e Inês. Tainá ganhou três ingressos na Feira Hype e fomos o Marcos Palmeira. Esqueci o nome. Sentamos na primeira fila, a meio metro do palco. A peça deve ter sido escrita para a Luana Piovani pq a Guta S. de calcinha e sutiã o tempo inteiro não rola. Além disso, ela está idêntica a Bebel da Grande Família, sem tirar nem por. O mesmo se pode dizer do Marcos Palmeira, que está até com o arquinho. O texto é qualquer nota. Os efeitos visuais, embora não sejam totalmente originais, são interessantes. A peça começa em 1970 e vai até 2050 e aparecem imagens bem legais nas paredes do palco, de acordo com a época.

Só gostei de duas coisas:

1. Quando os personagens estão nos anos oitenta, eu virei pra Inês e comentei:
- Você só vc tinha 4 anos!
E ela:
- Mas com cabeça de dez.

(Private joke, só a Ledusha vai entender)

2. Quando, nos anos 90, aparece a Zélia Cardoso de Melo, falando sobre o confisco da poupança. Aquele discurso totalmente incompreensível e hilário, é a melhor parte da peça.

Curiosidades: em determinado momento, a Guta S. fala para o Palmeira "Vc é meu galã, minha celebridade", todo mundo ri, eles tb e ficam um tempo sem conseguir continuar o texto. Seria engraçado se fosse um caco de verdade.
Num outro momento, ela fuma um baseado. Já vi muitas peças onde os personagens fumam maconha mas nunca de verdade!* Fiquei bolada.

*Quando a Luana Piovani disse que fumava e foi patrulhada, ela podia ter respondido "profissionalmente!" :)


7.2.04


Roberto Rossellini, Ingrid Bergman, Robertino, Isabella & Isotta.



A gente não sabe nunca ao certo
Onde colocar o desejo
Todo beijo, todo medo, todo corpo em movimento
Está cheio de inferno e céu
Todo santo, todo canto, todo pranto, todo manto
Está cheio de inferno e céu
O que fazer com que Deus nos deu
O que foi que nos aconteceu
Todo homem, todo lobisomem
Sabe a imensidão da fome que tem de viver
Todo homem sabe que essa fome é mesmo grande
Até maior que o medo de morrer
Mas agente nunca sabe mesmo o que é que quer
Uma mulher

C.V.




Entrevista com João Gilberto Noll

Um livro inesquecível? Trópico de Câncer Um livro que você gostaria de ter escrito? O Apanhador no Campo de Centeio. O maior livro da literatura brasileira? A Paixão Segundo G.H., de Clarice. O livro mais superestimado que você conhece? Os livros de Saramago. Seus temas, a mim, não me apaixonam. O livro mais subestimado? Todos os de Lobo Antunes. Um livro que merece ser adaptado para o cinema?
BaléRalé - uns short-cuts nordestinos, femininos, gays, pueris, insensatos, dançarinos. O ideal é que fosse dirigido por uma mulher. Um livro que foi adaptado para o cinema e o resultado foi frustrante? Bossa Nova, trabalho anódino de Bruno Barreto sobre a novela Miss Simpson, de Sérgio Sant'Anna. Um livro que você procura e nunca encontrou? The Making of Americans, de Gertrude Stein.

Do Zero Hora, li nesse blog.


Trilha para um sábado nublado: Charles Trenet, Bola de Nieve, Fred Astaire,Ella Fitzgerald, Bernard Herrmann, Gato Barbieri - temas de cinema que a Teresa Sá reuniu. Não dou, não vendo, não empresto.

Sábado




Tudo está no seu lugar
minha namorada está sozinha na janela
o sonho está dormindo na cabeça do homem
o homem está andando na cabeça de Deus,
minha mãe está no céu em êxtase,

eu estou no meu corpo.

Murilo Mendes



6.2.04
Meia-noite e quinze Resumindo, deixei Cat na clínica e fui comprar sacos de aspirador de pó e travesseiros. Super excitante. Quis tirar umas fotos na Nossa Senhora de Copacabana mas tive medo de me roubarem naquela muvuca. As fotos que imaginamos ficam bem melhores do que as que tiramos.

Fui na Caixa. O prazer do funcionário público em dizer não. Um senhor queria entrar cinco minutos depois do banco fechar. O segurança disse, "Fechou, vacilou" e riu, se achando o maioral.

Depois de andar léguas, fui pegar a gata. A operação simples virou operação complicada. Um corte de cima a baixo. Quando abriram a barriguinha dela, descobriram que seus músculos estavam totalmente flácidos e retiraram um bocado. Ela saiu de lá me odiando e de roupinha cirúrgica. Estou escrevendo parará pra fazer hora, uma da manhã tenho que dar antibiótico. Ela está trancada no banheiro de ladrilhos brancos e olha o movimento por debaixo da porta. Não pára de chover e meus ossos doem.



Ele sempre dá dicas bacanas: Eu e as barbies magricelas.




prato, almofada



Ouvindo

Você é isso, uma beleza imensa
Toda a recompensa de um amor sem fim
Você é isso, uma nuvem calma
No céu de minha alma
É ternura em mim

Você é isso, estrela matutina
Luz que descortina um mundo encantador
Você é isso, parto de ternura
Lágrima que é pura
Paz do meu amor.


Luiz Vieira, cantado por Taiguara, cd duplo. Eu adoooro, com três ós, o Taiguara. Ninguém nunca fala dele, é como se ele nunca tivesse existido na música brasileira.



sopro, golpe...


comente aqui


on-line







Rio de Janeiro


Desde abril de 2001



PicoSearch






Marina/Female/40-44. Lives in Brazil/Rio de Janeiro/Lagoa and speaks Portuguese. Spends 20% of daytime online. Uses a fast (128k-512k) connection.





English




Minhas coisas

cronicas
tiquetes de viagem
jogo do curriculo
multi-uso
fotolog




This page is powered by Blogger.
 
Why isn't yours?


Arredores
   > | ? | #